quinta-feira, 14 de outubro de 2010

FOFINHO & FOFINHA #11

2 comentários:

Manela Mayona disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Esses sempre foram meus personagens favoritos... O fofinho, um adorável niilista (se é que pode existir isso). A fofinha, uma otimista incorrigível (tão meiga, tão humanista...). É um casal muito estranho esse, não? Creio que um complementa o outro.
Mas, pobre fofinho, ele não merece ser mendigo por haver sido abandonado. Precisa rever seus valores e posicionamentos frente à vida e as pessoas. Definitivamente, não merece ser protagonista de uma história assim tão trágica.
Muita sorte para você, Jorge Elô. Que a cada dia seu talento e sua personalidade se aprimore, afinal, da junção deles vem tanta criatividade.

Seja feliz!