domingo, 17 de setembro de 2006

A NOITE

Campina Grande é uma cidade do interior da Paraíba. Seus habitantes são parecidos com qualquer outro, de qualquer cidade, com as mesmas neuroses e prazeres.
Ela é famosa por fazer o maior São João do mundo. Uma festa que dura 30 dias (tocando forró o tempo inteiro, se bem que é a única coisa que se toca por aqui no percorrer normal do ano), onde as escolas e os orgãos públicos mal funcionam, e seus funcionários vivem o mês de Junho de ressaca.
Este é o palco da nossa trama.
Um Herói surge na noite de Campina, em busca de exterminar seus males. Ele sabe o quanto será difícil sua missão. Sem super-poderes e sem um uniforme adequado ele enfrenta o frio da noite escura. Sair por ai com uma máscara no rosto e uma toalha amarrada nas costas é menos ridículo do que tocar em uma banda de forró enlatado. "Sempre há alguém mais idiota do que nós"- pensa ele. E é bom se acreditar nisso....






































































5 comentários:

Rodrigo Leão disse...

Gostei! O herói campinense... hehehhe!
Você é de Campina?
=D

Jorge Elô disse...

Moro aqui há dez anos, então me considero totalmente campinense

lestat disse...

falou mais mal do que bem de campina
gsotei n

Hall disse...

Legal... gostei! Continua fazendo outras histórias aew! Parabéns.

Thiago disse...

Ficou legal!!!
Você tem muito talento cara. Parabéns!!!

Só puxar um jabá aqui... você poderia escrever algo sobre o maior ídolo da nossa cidade: LINDOLHAR!!!